25 de fevereiro de 2009

Tango



Haverá forma artística mais verdadeira e apaixonada de retratar o calor da paixão?

24 de fevereiro de 2009

Carnavais







são os meus olhos a espreitar...

17 de fevereiro de 2009

A propósito de...


Bom, a propósito do post "e mais não digo" e de outros que tantos, acho que um destes dias me inscrevo num mestrado de música espanhola de pirosa a pior!
Ora bem, se o Javi Cantero já é mauzinho, aliado a estes, estou sujeito a começar a receber ameaças de morte!

Estes dois senhores, ou melhor, estas duas músicas, ouviam-se muito emquanto vivi em Espanha e, consequentemente, ouviam-se muito lá em casa... Cantadas por mim! (como se não bastasse a música ser o que é, eu, com a minha linda voz para escrever à máquina, ainda ajudava). A pobre da da minha companheira de viajem, se não enlouqueceu então, já nada se lhe pega!

Anyway, sabe quem me acompanhou nesses tempos que o sr Cheyenne possivelmente aprendeu a dançar comigo e até hoje não consegue imitar o meu bater de pé no "torero". Quanto ao sr Bisbal... não aprendeu a dançar comigo que eu, com a barriguita, não consigo dar aquelas piruetas, mas também não lhe tinha feito mal! De qualquer modo, ainda imitei o moço algumas vezes... umas no Banana (bar da moda nesse ano) outras, onde me desse na cabeça!





14 de fevereiro de 2009

My sweet valentine


Será que amar alguém, significa amar realmente tudo o que essa pessoa é, representa e tem?

August Rodin(1840-1917) - The Kiss 1901-4

13 de fevereiro de 2009

Fui aqui, só porque comecei a visitar há pouco tempo e porque estava na hora de começar as espreitadelas pelo que o alheio partilha. E então vai daí, fui para ler e perdi-me com a banda sonora! LOL
Sou mesmo tosco, nem li nada, vim logo procurar o vídeo e deliciar-me! Que se há-de fazer?, é o meu ponto fraco!



De qualquer modo, acho que a minha favorita ainda é esta... Bem, vai mudando com os dias! O que é certo é que o sr tem um look que valham-lhe os santinhos! Ah, e nos tempos em que eu dizia que eu era o sósia do homem, sempre me serviu para aprender uns movimentos!

video




10 de fevereiro de 2009

"SINT UT SUNT AUT NON SINT"
Conheço esta frase há anos e há anos que não me sai da cabeça! É tão terra a terra, é uma ordem tão directa, é uma lógica tão lógica... E por todo isto deveria ser a coisa mais simples de conseguir, mas não o é... E se o não é, talvez seja por fazer parte daquele secção das coisas simples da vida que a vida complica!

6 de fevereiro de 2009

É tão bom ser professor!

É tão bom ser professor... é talvez a melhor profissão do mundo, é seguramente aquela em que menos se trabalha! Afinal isto é tão básico como ir para as aulas guardar um rebanho de criancinhas bem comportadas e dizer umas coisas que se aprenderam nos tempos de faculdade!... Ou quase...
Entrei hoje às 8h55, dei seis horas de aulas, trabalhei hora e meia durante o almoço, são sete da tarde e ainda aqui estou! Deve ser porque gosto da escola e do cheiro a tinta e cola que paira no ar!
Mas claro, tenho que ter paciência, porque afinal, estou na melhor profissão do mundo!
P.S. Para quem não atingiu, esta da "melhor profissão do mundo" e respectivos apodos, era ironia!

5 de fevereiro de 2009

O hotel da próximas férias






A um preço caído dos céus para um hotel de quatro estrelas e em Barcelona!

3 de fevereiro de 2009

Tirado a ferros


Ando hà quase um ano a tentar comprar a casa onde vivo e parece-me que isto, nem tirado a ferros! Agora calhou-me na rifa uma sra funcionária do banco mais burra que um calhau com olhos! Vejam só a estupidez da situação! Faz-se-lhe uma pergunta. Das duas uma, ou se levanta/chamada em espera e vai perguntar a um colega, ou responde e da próxima vez que falamos já muda a versão! Esta senhora não me deixa outro remédio senão apresentar uma queixa formal à instituição. O que é que vai acontecer? Possivelmente dão-lhe uma promoção. Eu bem que dizia que ela deve ter subido na horizontal, mas ninguém me deu crédito! Acreditem, a tipa é mesmo burra! Tipo BURRA! E o que é que eu posso fazer? Certinho, certinho é que amanhã vou à agência e assim que ela me arreganhar a dentuça, eu estendo a mão, com o meu sorriso número 342 e digo, "desculpe mas prefiro ser atendido por outra pessoa" (isto sou eu comedido) e espero que ela não se atreva a perguntar porquê! Bom, para quem me conhece e já me viu em acção, sabe bem que o melhor que ela tem a fazer é calar e andar!



Já agora, algum conselho prático para fazer isto andar para a frente?

2 de fevereiro de 2009

Finalmente consegui ir ao cinema! E a escolha não podia ter sido mais acertada. Vicky Cristina Barcelona é tudo no seu melhor, desde o Senhor Woody, até à menina Penélope. Aquele esquema amoroso cheirou-me um bocado a mofo, fez-me lembrar um pouco Mário de Sá-Carneiro em "A Confissão de Lúcio", mas isso se calhar sou eu a divagar! Então e alguém me explica que tem o sr Juan Antonio (Javier Bardem)? Não é que o sr seja feio, mas também não é nenhuma estampa! Cá para mim, tem um pirilau de ouro!

De qualquer modo, é um filme a não deixar passar.

Outra vez a dar teste!

Outra vez a dar teste e outra vez a apanhar uma daquelas secas tremendas! desta vez tenho a certeza (digo eu) que os meninos não vão acabar antes do tempo! Sim, fiz-lhes um teste tão grande que até lhes saltam os olhos!lol
Taditos, eles até são uns queridos, mas ou bem que se lhes traz o cabresto curto ou eles abusam!

1 de fevereiro de 2009

Tecnologias, idades e conhecimentos!


Começo a achar que estou a ficar velho!
Passei umas horas valentes, ontem e hoje, a fazer um power point para uma aula dos meus miúdos. Ora, um power point que demora umas horas a fazer e que me dá para um máximo de 20-30 minutos de aula (e isto muito bem puxadinho), é trabalho que não rende e horas deitadas à rua.

E o que terá isto que ver com o ficar velho?!

Pois bem, acho que podemos medir a nossa antiguidade pelo domínio que temos ou não das novas tecnologias. Ora, eu que achava que até percebia da coisa, começo a achar que não percebo assim tanto, ou pelo menos não o suficiente para despachar a coisa em 3 tempos.
Quando começaram a aparecer os primeiros telemóveis, éramos nós, os jovem, quem dominada a situação, agora... bom tenho a certeza, até porque não é a primeira vez que me acontece, que quando apresentar o trabalho aos miúdos, vão surgir umas quantas sugestões para o melhorar. O mais inteligente da minha parte é mesmo munir-me de papel e caneta e tirar muitas notas.
Afinal, acho que nunca aprendi tanto na vida como neste últimos meses.