6 de abril de 2013

Faltou-me dizer-te adeus, faltou-nos o abraço de despedida que sempre nos prometemos. 

De todas as emoções que vivemos, em tão pouco tempo, passámos por todas as que importam e só nos faltou a despedida.Mas sabes que mais, apesar de ter preferido dar-te um abraço, desejar-te boa viagem e ficar a ver-te partir, sei que, onde quer que estejas (mesmo que em sítio nenhum) esperarás pelo último abraço que a vida não nos deixou dar.
Obrigado por teres atravessado e marcado a minha vida deste modo.
Onde quer que estejas, meu amigo, sê para sempre como foste.
Até sempre.


Um momento de partilha, entre tantos que souberam a tão pouco...

Três meses depois tudo parece tão igual e tão diferente ao mesmo tempo...

13 de setembro de 2012

De volta

Realmente há gente muito mal resolvida! E se até há uns tempos atrás eu poderia ter alguma coisa a ver com o mau estar e com as fugas a esse mau estar de quem me rodeia, hoje sei que não! Sou um homem de consciência tão limpa e tão sem culpas! Não poderia ter recebido presente de aniversário melhor!
Agora vamos pelo mundo os dois, um para cada lado... Eu, como sempre, a sorrir aos que se atravessam no meu caminho, outros a encontrar nos transeuntes responsabilidades para as próprias frustrações.
Afinal, agora apetece-me festejar e as festas começam já :-)

19 de maio de 2012

Deste lado

"Podem vir todos os abalos que estarei sempre aqui à tua espera, deste lado da ponte... E se a ponte cair estarei do outro lado do rio e quando o rio se transformar em mar, construirei uma jangada para poder abraçar-te outra vez"

17 de maio de 2012

Reflexões passadas tão presentes!

"Quando se tem grandes decisões para tomar, tudo se torna mais fácil quando as atitudes alheias resumem a nossa decisão à inevitabilidade da reacção."
Eu mesmo em 2006, e olha que estás lá, Renato Miguel, estás lá!

13 de maio de 2012

Putas

As putas da esquina em frente não me deixam dormir... Ou serão de novo as putas das insónias? Ou será simplesmente a puta da vida que é assim mesmo?

24 de setembro de 2011

Contracorriente


O melhor filme que vi nos últimos anos!

14 de setembro de 2011

6 de setembro de 2011

Onze anos

Um dia a minha mãe disse-me que se sonhasse com alguém que tivesse morrido, devia rezar-lhe uma oração. Possivelmente essa pessoa necessitaria da minha ajuda. 
Disse-te isto no último dia que nos vimos. Hoje sonhei contigo e pensei em ti todo o dia, como não podia deixar de ser, hoje é o primeiro dia de uma semana que para sempre marcará a minha caminhada. Não te dou uma oração, dou-te a tua música preferida, a que me pediste e a que te prometi e a que que cumpri. Obrigado por me teres escolhido a mim para os últimos momentos, obrigado por tudo o que me ensinaste e tudo o que me mostraste, mesmo já sem poderes falar, só de segurar a minha mão até ao teu último momento. 
Passaram quase onze anos, dentro de uma semana ouvirei de certeza esta música outra vez, agradecer-te-ei outra vez e outra vez vou sentir o peso do teu corpo a fugir-me da mão. Espero que, onde quer que estejas, tenhas encontrado o que procuravas, o que procuramos tantas vezes juntos. Eu ainda não sei se encontrei. Realizei todos os sonhos que te segredei durante esta semana há onze anos atrás. TODOS, os meus e os teus. TODOS. Construí sonhos novos e estou a trabalhar neles. Encontrei alguém que amo - o sonho maior que tinhas a certeza de que nunca nenhum de nós cumpriria. Descobri que estávamos enganados em relação a muitas coisas, principalmente iludidos em relação ao mundo. Tenho a certeza de que, se tivesses querido lutar, hoje serias um homem feliz, mas não foi esse o caminho que escolheste e, como te apoiei então, continuo a apoiar-te e, principalmente, a entender-te hoje.
Onde quer que estejas, olha por mim, eu canto por ti. Talvez um dia possa ver a felicidade espelhada no teu rosto. Um abraço, amigo.


8 de agosto de 2011

Gracias

Una musiquita que se repite en dos versiones impresionantes. Buenísimo para oír dependiendo del estado de ánimo! Gracias al amigo que se acordó de enviarme los vídeos con el mensaje simple "ya sé que lo necesitas"!


7 de agosto de 2011

Suponhamos...


Numa conversa com alguém, esse alguém prega-te com uma mentira descomunal. No decorrer da conversa, o que ouve a mentira dá a entender que sabe que é mentira, ambos estão conscientes da mentira. Além do mais ambos estão conscientes que quer a mentira quer a verdade são fracturantes na continuidade dessa ou outras conversas. Por isso, tudo se joga nesse momento. O que se faz?

3 de agosto de 2011

León 2

El día mejoró considerablemente! LA noche de tapas y COPAS fue fantástica. De los 27 iniciales, quedamos 5 para la última copa... Un Rioja casi perfecto!

1 de agosto de 2011

León


Primer día en León y tomo me parece un poco mejor. Ayer el viaje fue terrible, no por el viaje en si, sino por lo tormento de tener que marcharme en una altura que no me gustaría alejarme para nada, principalmente porque el año está siendo, seguro, uno de los peores de mi vida. Ayer tuve el placer de compartir mi tarde con Madrid, la ciudad que mejor me entiende, no sé, me parece que un día será nuestro día. Luego la llegada a León, la habitación pequeña, la ciudad que me pareció un poco rara... no sé todo me pareció oscuro. Hoy todo ha ido mejor, encontré algunos compañeros portugueses, buenas personas, aunque muy distintos de mi, hablé mucho español, ya aprendí algo nuevo, vi una película que me gustó, comí comida española (para mi siempre un placer), tapas y buen vino. Tengo alguna dudas, todavía, sobre el valor del curso para mi profesión, me parece que este año no será tan provechoso como el año pasado, no solo por el curso sino por el grupo... pero aún tengo 13 días.
Bueno, más que todo, la mayor ventaja de estar en España es que no me falta el AquArius! :D



29 de julho de 2011

Saudade

Eu que sempre disse que não sei o que é saudade, hoje, com esta música, sinto, genuinamente, saudade de momentos fugazes em que tenho a ligeira impressão de que fui feliz, saudade da força de expectativa, saudade do poder da concretização... Tenho um projecto para abraçar e não tenho força nos braços para, sequer, os levantar.

25 de julho de 2011

Ave rara (eu)

Em relação a isto ou isto, serei eu a única ave rara que acha que o livre arbítrio e as escolhas que fazemos para nós, fazem-nos exactamente o que e como somos. E que estes dois factores para além de tudo nos tornam responsáveis ao limite máximo pelas nossas atitudes?

Brincar com o FOGO

Dedicadas a quem gosta de brincar com o fogo!

You know what I mean